sexta-feira

Sintonizados


Quando nos longos beijos
os lábios meus sentem o gosto doce que tem o beijo teu,
sinto um coração batendo mais forte
mas não sei dizer se é o meu ou o teu.
As respirações ficam ofegantes
e nada mais importa, pois a essa altura já não sou mais meu!

Quando no meu ouvido diz que me ama
percebo o quão angelical é a tua voz.
E quando os olhos meus repousam nos olhos teus,
toda sinceridade existe entre nós.

No meus braços teus abraços me apertam,
as minhas mãos passeiam e sinto como é suave a tua pele.
A tua pele na minha pele se esquenta
e no teu corpo o meu corpo se derrete.
Em meu peito o teu peito se abriga
enquanto no meu ombro o meu sono te adormece!

Sintonizados... deixamos de ser dois
E o nosso eclipse, enfim, acontece!

6 comentários:

  1. ha muito tempo mesmo :) mas ainda bem que gostou...o filme é bom principalmente assistido com AQUELA pessoa do nosso lado ;)

    AMEI este poema. está espectacular mesmo...e como é óptimo sentirmos tudo isso, nao é?

    Bjos

    ResponderExcluir
  2. É lúdico os sentimentos recíprocos
    ;)
    Bjks

    ResponderExcluir
  3. Que poema bonito, guri. Adorei! Nada como estar conectado a outro alguém, na mesmo frequência, na medida exata. É raridade, temos que aproveitar quando acontece, né..Hehehe
    Beijoca!

    ResponderExcluir
  4. Muito bonito o que escreveu,
    palavras suaves e com sentido forte!

    estou te seguindo aqui

    ResponderExcluir
  5. Adorei! Muito lindo mesmo! Tô seguindo, leitora fiel UHASUH
    beijo :*

    ResponderExcluir